Cartão material escolar bolsa família 2021

O ano está acabando e isso significa que um novo ano letivo está prestes a começar e com isso, vem a necessidade de comprar materiais escolares novos. O cartão material escolar bolsa família 2021 é uma alternativa do governo para estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal, cujas famílias são beneficiárias do programa Bolsa Família. Esta medida beneficia aproximadamente 100 mil estudantes e famílias que não teriam condições de comprar o material escolar. O investimento para atender essas famílias é de R$ 33 milhões que são divididos em bolsas de R$ 320 para alunos que estejam cursando até o 9º ano do Ensino Fundamental e de R$ 240 para alunos do Ensino Médio.

Para quem já teve o benefício do cartão material a renovação será automática. Entretanto, os novos beneficiários deverão se dirigir a escola onde o estudante está matriculado e fazer o pedido para receber o benefício. Lembrando que este benefício está disponível apenas para famílias que recebem o Bolsa Família, então mesmo que uma família esteja em situação de vulnerabilidade, o único critério para receber o cartão material é estar recebendo o Bolsa Família.

De acordo com o Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o cartão só pode ser usado para comprar itens que constam na lista de material escolar da rede pública de ensino. A tentativa de utilização do cartão para compra de outros itens poderá ser considerada uma infração tanto para a pessoa que usou o cartão, quanto para o estabelecimento que aceitou o cartão como forma de pagamento para itens que não estejam listados.

Cada etapa e modalidade do ensino tem uma quantidade diferente de itens que podem ser comprados com o cartão material. Para a educação infantil, são 42 itens, para a educação fundamental, 46 itens e para os anos finais, 28 itens. Já para o Ensino Médio são disponibilizados 16 itens e para o ensino especial, 172 itens.

 

Quem tem direito ao bolsa família?

De acordo com a Caixa o Bolsa Família é um programa que busca garantir às famílias o direito à alimentação e o acesso à educação​ e à saúde​. Por ser um programa destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade, existem algumas regras para receber o benefício. O Bolsa Família é destinado a famílias que tenham renda mensal de até R$ 89 por pessoa, desde que tenham composição gestante e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Para se cadastrar no programa, a família precisa ser inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e precisa manter seus dados atualizados, pelo menos, a cada  2 anos. Para se inscrever no Cadastro Único, uma das opções é agendar um atendimento no CRAS, para isso, você precisa descobrir qual é o CRAS do seu bairro ligando na prefeitura ou fazendo uma busca na internet e ligar na unidade para agendar um horário de atendimento. Lembre-se de conferir com o atendente quais são os documentos que você precisa levar para fazer o cadastro, desta forma, você evita perder a viagem e precisar reagendar o seu atendimento.

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.